Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rapariga Caminhante

Rapariga Caminhante

04
Ago20

Canhão Cársico do Rio Nabão


Rapariga Caminhante

(Fotografias do trilho no fim do texto)

 
Local: Ourém (Agroal)
Nível de dificuldade: Moderado
Extensão: 14 km
Tipo de percurso: Circular e sem sinalização
Inicio/Fim do percurso: Praia fluvial do Agroal
 
Melhor altura para ir: Primavera/Verão (Em época de chuva o leito do rio sobe e não tem passagem no trilho)
 
 
O que levar para o caminho (Normalmente o que levo comigo):
 
  • Mochila confortável
  • Calçado e roupa adequada para as caminhadas
  • Casaco impermeável em épocas de chuvas (Verificar sempre a meteorologia)
  • Bastões de caminhada
  • Comida e água
  • Protetor solar, chapéu e óculos de sol
  • Um saquinho para colocarem o vosso lixo
  • Telemóvel para terem ajuda do GPS (não esquecer de ter mapa offline, muito importante para sítios com muita pouca rede ou nenhuma)
  • Powerbank
  • Kit de primeiros socorros
 
 
Este é um trilho não sinalizado que vale a pena fazer. Começando na praia fluvial do Agroal vamos seguir o rio Nabão no seu lado esquerdo e vamos entrar num bosque super verde e meio amazônica. Infelizmente tem uma parte linear com 4 km mas se gostam de trilhos verdes e em forma de túneis com aquela imensa vegetação então esta parte linear não vai fazer diferença. 
 
O caminho acompanha sempre o rio Nabão com uma musica de fundo maravilhosa. Depois de 4 km chegamos junto a uma antiga fábrica de papel (já encerrada), nesta zona até tem uma pequenaaaa cascata artificial e o cenário em conjunto com o edifício abandonado até fica giro.
 
Depois desta parte temos que atravessar uma estrada para depois voltar de novo para os túneis de vegetação mas neste lado percebe-se que é um pouco mais seco mas sempre com sombra. Vamos começar a subir um bocadinho até chegar de novo a uma estrada e entrar numa aldeia pequena. 
 
A partir daqui vamos ao encontro da gruta da andorinha seguindo sempre por um estradão e já mais exposto ao sol. Vai ser mais uma parte linear mas de pouca dura. 
 
Quando chegarem no local da gruta têm que ter atenção pois ali o trilho já está muito fechado e supostamente havia uma placa a indicar o caminho para a gruta mas houve alguém que destruiu. Explorem a gruta mas sempre com cuidado e se virem morcegos não os incomodem.
 
De volta ao trilho temos que voltar atrás e ir ao encontro da praia fluvial do sobreirinho para apreciar ou até podem aproveitar para ir a banhos.
 
Depois deste local seguimos o trilho sempre com sombra e vamos até à Capela da Nossa Senhora das Lapas. Perto da capela vamos subir para um trilho onde se verifica que é uma zona granítica até que chegamos a uma lapa bastante gira em forma de onda.  
 
Continuando pelo caminho havia uma parte já com a vegetação meio fechada mas fazendo um pequeno corta mato faz-se bem. Começamos a subir um pouco até a uma zona mais exposta ao sol mas de curta duração até voltarmos à estrada para voltar à parte linear do percurso que nos leva até à praia fluvial do Agroal. No fim mais uma vez podem desfrutar o resto do dia para banhos.
 
Link do percurso no Wikiloc:
 
 
Fotografias do trilho

Photo_1596311960977.jpg

Photo_1596311966331.jpg

Photo_1596311969629.jpg

Photo_1596311971880.jpg

Photo_1596312117421.jpg

Photo_1596312188318 (1).jpg

Photo_1596312199422.jpg

Photo_1596312266611.jpg

Photo_1596312267457.jpg

Photo_1596312320904.jpg

Photo_1596312322746.jpg

Photo_1596312327351.jpg

Photo_1596312395162.jpg

Photo_1596312397359.jpg

Photo_1596312401761.jpg

Photo_1596312472299.jpg

Photo_1596312480183.jpg

Photo_1596312526458.jpg

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Translate

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo